• Sthefane Torres

Vantagens de ser um músico independente



As oportunidades para artistas independentes nunca foram tão evidentes. 90% dos artistas já são independentes como os grandes Arcade Fire, Rush, Soundgarden, Arctic Monkeys, Lily Allen,  Mallu Magalhães, Calypso, entre outros. Alguns gigantes também como Taylor  Swift, Rihanna e Jay-Z já se movimentaram para serem os donos dos seus direitos autorais. A tendência é global, considerando que em 2002 somente 28% dos artistas era independente, hoje já são mais de 90% independentes.

(fonte: http://theweek.com/articles/453638/how-indie-artists-came-dominate-music-industry

 

Com o advento das mídias sociais e as novas ferramentas de edição, distribuição, design, e democratização dos vídeos e músicas em plataformas como o Youtube e o Spotify, gravar e lançar uma música está mais alcançável do que nunca.  


Então surge a pergunta: por que alguém ainda precisa de uma gravadora? Por que alguém assinaria um contrato de gravação que beneficia mais a gravadora do que o próprio artista? Orientação inadequada, expectativa, questão de confiança, ignorância ou restrições financeiras podem ser alguns dos motivos. Aqui, tentamos mencionar as razões pelas quais um artista independente desfruta de mais benefícios do que um artista contratado. 



1. Controle total de carreira


Como artista independente, você tem o controle sobre sua carreira nas mãos. Um artista independente administra a direção e o conteúdo criativo de suas músicas. E criatividade é um dos aspectos mais importante para a carreira de qualquer músico. Ser independente te possibilita ainda explorar formatos e estilos musicais inovadores que são excluídos do mainstream. Você ainda tem a oportunidade para expressar a sua individualidade em suas letras e sons.


Aos poucos você começa a se diferenciar por insistir em um estilo só seu, e os labels passam a oferecer um acordo em que eles investem em você, mas, em troca, ficam com uma grande parte da sua participação de mercado. Geralmente, grandes coisas não resultam disso, pois são eles que moldam sua originalidade apenas para vender música e obter lucro. Você também cria as músicas que eles encomendam, com os músicos que eles escolhem, e podem controlar até mesmo a sua aparência. Como parte do acordo você tem que lançar singles/álbuns quando sua gravadora quiser e precisa fazer turnês e aparecer no trabalho de outras pessoas.


Para um artista independente, não há necessidade de sacrificar seu gosto em favor da busca pelo sucesso nas paradas de sucesso. 



2. Seja dono de seus direitos autorais


Sem um selo, qualquer receita gerada a partir da sua música vai direto para o seu bolso. Estar associado a qualquer grande selo significa que o artista não consegue manter os direitos ou mesmo o controle criativo sobre sua música. O benefício de possuir seus direitos autorais é que você pode determinar quanto dos royalties cada pessoa que participou da música receberá. Quando a sua música é distribuída você passa a dividir os direitos com as pessoas que participaram de fato da sua gravação. Geralmente as gravadora acabam detendo o controle sobre os direitos autorais da obra original dos seus artistas. Desistir de seus direitos autorais significa abrir mão da capacidade de controlar quanto você ganha. 



3. Potencialize a monetização da sua música


Como artista independente, você é sua própria gravadora, então você mantém 100% dos lucros, enquanto que com uma gravadora, ela tende a lucrar até mais que você e determina os investimentos com o seu dinheiro nas vendas e nas turnês, por exemplo. O conceito de streaming de música e rádio pela web permite que você seja pago quando suas músicas são reproduzidas na Internet. Até as faixas de karaokê de suas músicas podem ser vendidas para ganhar dinheiro. Se a sua música aparecer em um anúncio ou filme, você poderá licenciar os direitos e tem mais uma fonte de renda, além de também pode encontrar oportunidades com pessoas interessadas em comprar suas músicas em todo o país. 



4. Sem prazos, sem contratos


Ser associado a uma grande gravadora exige que você cumpra os prazos; sua música é influenciada pelas demandas corporativas. Enquanto artista independente, você é seu próprio patrão. Você define seu horário de trabalho e seu contrato nunca termina. Essa é uma das principais razões pelas quais os artistas independentes gostam de permanecer independentes. Você pode fazer o que quiser e executar onde quiser. 



5. Rotatividade a longo prazo


Ao contrário da crença popular, as grandes gravadoras contratam muitos artistas, mas muito do que é assinado rapidamente é revertido e descartado pela gravadora. A maioria das gravadoras joga o jogo dos números. Eles assinam comum grande número de artistas na esperança de que pelo menos 1/3 deles dê lucro e assim ela consiga o seu retorno financeiro. Pragmaticamente pode acontecer que seu projeto nunca veja a luz do dia. Você ficará preso às limitações do seu contrato, apenas aguardando seu término para poder fazer música. O pior é que, no final do ano, os artistas que eles assinaram, mas não promoveram, serão reivindicados como uma perda de impostos e a gravadora receberá a maior parte de seu investimento original, deixando um artista à deriva e sem trabalho. 


Destacamos aqui alguns pontos que fazem muitos artistas relevantes, hoje, serem independentes. Isso não quer dizer que para que você tenha resultados em sua carreira, você não precise de um planejamento estruturado, metas definidas, equipe competente trabalhando junto e foco. O resultado do seu trabalho depende de você e das alianças estratégicas que você faz. Obter um plano criativo e estratégico feito antes de divulgar seu trabalho ao mundo, muda tudo na hora de colher os resultados. E dentro deste processo, destacamos os grandes aliados dos músicos independentes: as distribuidoras digitais, que são facilitadoras na distribuição de suas músicas na web. Antes de se aliar a uma você precisa entender o formato de trabalho, serviços agregados, a reputação e principalmente os ganhos que pode obter.  


Assista ao nosso vídeo Distribuição Digital: tudo o que você precisa saber e se aprofunde no tema. Você também pode visitar a nossa página sobre distribuição digital e, se precisar, agende um bate-papo com a gente.


Continue acessando nosso conteúdo semanal do Papo de Música e deixe nos comentários suas sugestões de pautas e assuntos que gostaria de ler por aqui. 

1 visualização
® 2020 Todos os direitos reservados
logo_imusics_300px_branco.png