• Sthefane Torres

Guia do músico para os planos de marketing: os principais detalhes



Diariamente observamos que os músicos apresentam muitas vezes o mesmo problema: a grande maioria não tem planos de longo prazo. Os artistas acabam engolidos pelo dia a dia e pulam esta parte vital de planejamento. A razão para isso é que no mundo atual do

“Do it yourself” 

não há ninguém encarregado de criar planos. Isso costumava ser de responsabilidade da gravadora ou de uma grande equipe de gerenciamento, mas pouquíssimos artistas tem esta estrutura à disposição (ou, em muitos casos, não querem uma gravadora, por exemplo, fazendo isto).


Para piorar as coisas, a pressão de lançar constantemente novas músicas, acompanhar as mídias sociais, Spotify, Deezer, iTunes, Tidal, YouTube, escrever releases, aprender novas tecnologias e plataformas, mantém os artistas mais ocupados do que nunca. Essas tarefas intermináveis ​​enfrentam a perspectiva de longo prazo e podem comprometer os seus objetivos.



Reprodução: GIPHY


Esta imagem representa só uma parcela do trabalho do dia a dia dos artistas que precisam se desdobrar em vários para cuidarem das próprias carreiras além, claro, de exercitarem o seu talento, treinarem, comporem, gravarem, etc. 


Hoje, a maioria das agências contratadas por artistas independentes cuida apenas de sua parte minúscula lidando apenas com suas responsabilidades sem ter uma visão mais ampla. Infelizmente, isso tem muito a ver com a maneira como os artistas abordam seus lançamentos. Sabemos que, quando a música termina, um profundo senso de urgência se aproxima, gritando

“Lançamento, lançamento!"

Reprodução: GIPHY


É completamente desconcertante que um artista ou banda trabalhe tanto em novas músicas, dedicando horas e horas praticando, escrevendo músicas, sem mencionar gastar grandes somas de dinheiro gravando, mixando e masterizando, criando visuais e ilustrações de álbuns apenas para acelerar o processo de lançamento sem nenhum plano consistente.



Pontos básicos para o seu lançamento


Mesmo que sua versão não seja nova, é importante dar um passo atrás e reavaliar seus planos.



Os objetivos vêm primeiro


Antes de fazer qualquer marketing, você deve ter certeza de que definiu seus objetivos. Sem objetivos, não faz sentido elaborar um plano. Sugerimos que você escolha três metas pequenas e três maiores que você deseja atingir nos próximos 12 meses. Seja razoável, 1 milhão de plays no Spotify pode ser um objetivo grande se você tiver somente 10 plays no momento, então considere um tempo para a construção desta audiência. 



Regularize suas obras e fonogramas


Certifique-se de ter tomado conta dos aspectos legais das suas criações. Isso significa cuidar de seus direitos autorais, marcas comerciais, registrar cada música e garantir que você tenha acordos com todo e qualquer músico que tocou em seus discos e com todos os autores que participaram da sua obra. Isso precisa estar no seu plano.



1. Distribuição de Música


Hoje é muito mais rápido distribuir uma música do que há um ou dois anos atrás, mas ainda há muitas diferenças entre as distribuidoras e os seus serviços, por isto você deve escolher a que melhor atende às suas necessidades. Em geral, as distribuidoras levam em média 3 semanas para fazer o seu lançamento no Spotify, Deezer, iTunes e outras.  Isto considerando somente as distribuidoras que vão fazer efetivamente um trabalho de pitch para você, ou seja, vão tentar emplacar o seu lançamento em alguma playlist das lojas para te trazer mais exposição e resultados.


Planeje o momento exato do lançamento para garantir que a distribuidora tenha tempo suficiente para conversar com as principais lojas sobre a sua música. Se possível, você deve enviar o álbum inteiro e as datas para lançamento o quanto antes. A Apple gosta de ter álbuns completos disponíveis para pré-encomenda e isso abrirá opções de canais adicionais para você.


DICA: novas músicas costumava sair às terças-feiras e agora sexta-feira é o dia do lançamento oficial, então escolha uma SEXTA-FEIRA para lançar sua música – mesmo se a festa de lançamento for em um sábado ou se o astrólogo disser que a melhor data é segunda-feira – você parecerá um noob se fizer o seu lançamento em qualquer outro dia!



Reprodução: GIPHY


2. Site e marca da banda / artista


A indústria da música baseia-se nas aparências. Para ser levado a sério, é muito importante ter uma presença on-line completa e com aparência profissional incorporada ao seu plano de marketing. Isso começa com sua casa – seu site. Você precisa de um site moderno e funcional que possa atualizar por conta própria. Seu site deve ter uma seção em que os fãs possam acessar suas músicas com facilidade (não é um reprodutor que toca automaticamente, por favor!), vídeos do YouTube, links de fácil acesso às suas mídias sociais, agenda de shows, biografia e dados para contato. 


Lembre-se de que a marca do artista é o ponto de partida e deve ser bem pensada. Uma marca é um conceito abstrato e maleável e pode ser difícil saber se você está indo na direção certa. Sua marca começa com sua história e também incorpora cores, estilo de redação e fontes. As fotos e os elementos visuais devem estar alinhados com a sua marca e não se esqueça de levar esta marca para todas as suas mídias sociais. Use sua arte-final única atual com texto em cima das imagens que promovem a data de lançamento, novos videoclipes e anúncios de turnês. Adoramos uma ferramenta chamada Canva (https://www.canva.com/pt_br/criar/banners/) para banner, gráficos e capa social fáceis e de rápida criação.



Reprodução: GIPHY



3. Mídias sociais


É necessário gastar tempo e energia na construção de uma forte presença on-line para ser levado a sério como artista. Muitos artistas não sabem o básico e tentam pular etapas contratando empresas obscuras para criar público rapidamente. Esta pode não ser a melhor ideia. Seguidores falsos e conhecimento limitado de como usar esses canais corretamente prejudicarão seus esforços promocionais. Uma estratégia social sólida deve se concentrar em temas e narrativas e você deve planejar seu conteúdo de forma consistente para que ele seja constantemente nutrido pelos fãs.


Reprodução: GIPHY


Lembre-se de que blogueiros e fãs de música visitarão suas redes sociais para ver que tipo de seguidores você possui sentir a vibe do seu público. Perfis obsoletos, excessivamente promocionais ou chatos não ajudarão suas chances de se envolver. Seu calendário de conteúdo é um componente crucial para o seu sucesso nas mídias sociais. Não deixe ao acaso.



Reprodução: GIPHY


1 visualização
® 2020 Todos os direitos reservados
logo_imusics_300px_branco.png